Revista Recife

Notícias de Recife para o Mundo

Curso de Dança e Expressão Corporal

Compartilhe

O bailarino, coreógrafo e diretor de espetáculo, Dielson Pessoa lança curso de dança e expressão corporal para jovens e adultos

Dielson Pessoa ministra curso de dança e expressão corporal com aulas que incluem alongamento, base do ballet clássico, dança contemporânea, danças populares e técnicas de improviso. A ideia é preparar o corpo e a mente para compreender e realizar coreografias e encenações, reunindo desde iniciantes na arte da dança a bailarinos experientes. As aulas acontecem em junho, julho e agosto, no Studio de Danças, rua das Pernambucanas 79, Graças.

Os grupos serão divididos em duas turmas: terça e quinta, e quarta e sexta, das 19h às 20h30. As inscrições são limitadas e podem ser feitas por qualquer pessoa a partir dos 15 anos, pelo: (81) 99862-4592. A mensalidade custa R$160,00.

Com uma bagagem de apresentações no Brasil e exterior com a Companhia Deborah Colker, o Balé da Cidade de São Paulo e outros grupos de dança, o bailarino Dielson Pessoa, de 36 anos, se volta agora para seu território de origem, o Recife. “Mais do que viajar pelo mundo, meu coração estava me pedindo que eu desse essa entrega a Pernambuco, que precisa de um legado cultural que forme as pessoas, que profissionalize as pessoas a trabalharem com cultura, e isso inclui a formação de bailarinos e dançarinos”, comenta Dielson.

O pernambucano vem construindo um respeitável currículo em sua trajetória na dança. Como bailarino, foi convidado a participar da renomada Companhia de Dança Deborah Colker quando tinha apenas 18 anos em 2002 até 2013, apresentando-se, a partir daí, em grandes palcos do cenário internacional: Uruguai, Chile, Argentina, EUA, Itália, Áustria, França, Inglaterra, Alemanha, Singapura, interpretando trabalhos de célebres coreógrafos, como Ohad Naharin (Israel), Mauro Bigonzzetti (Italia), Itzik Galili (Holanda), Luiz Arrieta (Argentina), Cayetano Soto (Espanha), Jorge Garcia e Deborah Colker (Brasil). Na companhia, Dielson foi protagonista de espetáculos memoráveis como Tatyana. Além de ter feito parte da Cia. de Dança Deborah Colker por oito anos, Dielson também teve uma passagem de dois anos pelo Balé da Cidade de São Paulo, pelo qual foi agraciado, em 2007, com o prêmio de melhor bailarino pela Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA).

Hoje em Recife, desenvolve seu trabalho por meio de produções de espetáculos solos e com a Cais Cia de Dança, realizando apresentações nos teatros do Brasil. Suas atuais criações são:  O silêncio e o caos/ O Diário das Frutas/ O Carnaval de todo Mundo/ As Mulheres de Abelardo da Hora/Close. “Estar num palco é muito bom. Mas, nós artistas mais experientes devemos também nos preocupar com as futuras gerações, principalmente das comunidades com menor poder aquisitivo”, finaliza.


Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *