Revista Recife

Notícias de Recife para o Mundo

Marquinhos C. lança primeiro disco

Compartilhe

O álbum “Toada ao Surdo” tem uma pegada world music com um sotaque bem nordestino em suas 10 faixas autorais compostas por Marquinhos e parcerias de peso

O músico pernambucano Marquinhos C. lança neste sábado (12), em todas as plataformas digitais, o seu primeiro CD solo “Toada ao Surdo”. O álbum integra o M.A.C. Music, projeto que carrega as iniciais do seu nome. O disco dedicado à sua família surgiu na época em que o cantor morava em São Paulo. “Tinha algumas músicas guardadas com a intenção soltá-las no momento certo e lançar o primeiro disco. Após escrever uma música para o meu filho senti que este momento havia chegado e senti a necessidade de eternizar estas canções” explica.

O disco tem uma pegada world music com um sotaque bem nordestino em suas 10 faixas autorais compostas por Marquinhos C. e parceiros. Além disso, “Toada ao Surdo” se destaca por algumas participações de peso como: Bactéria (OTTO), Gilu Amaral (Orquestra Contemporânea de Olinda), Tom Rocha (Nação Zumbi), Hugo Gila (Academia da Berlinda), Gabriel Melo (Academia da Berlinda), Andret Oliveira (Banda Eddie), João do Cello, Julio Melo, Jr Areia e JAM da Silva. 

Com uma fantástica e elegante produção de Gabriel Melo conta com a mixagem do mesmo junto a Adriano Duprat, “Toada do Surdo” foi masterizado por Arthur Joly. “O disco é o resultado de grandes parcerias que fiz durante toda a minha carreira. Reuni neste álbum não só profissionais e artistas que se destacam no mercado, mas grandes amigos. Por isso, costumo dizer que o Toada ao Surto é uma celebração as grandes amizades que fiz durante toda a minha trajetória artística” diz o cantor.

A música de trabalho é a faixa “The Time I Won’t Be Here” composta por Marquinhos C. em homenagem ao seu primogênito, Louis. A canção em inglês é uma balada que resume bem o world music com sotaque nordestino e conta a relação do cantor com seu filho e como Marquinhos espera deixar-lhe uma boa lembrança. Outra música de destaque é “Clarão”, a faixa de autoria de Marquinhos e Gabriel Melo conta com a participação especial de Gilú Amaral e foi concebida durante o processo de curadoria das músicas para o álbum. “Achávamos que faltava uma música para fechar o disco. Gabriel Melo me mandou uma harmonia que gostei bastante e em seguida compus a letra inspirada nas histórias que havia lido recentemente do livro Caboclo e Preto Velho: Os Pais da Umbanda” explica o compositor.

Marquinhos C. fez parte de várias bandas de covers na Inglaterra e quando voltou ao Brasil iniciou um novo projeto chamado Dizmaia que tocava reinterpretações de Tim Maia. Ao mesmo tempo, assumiu os vocais da banda autoral Guardaloop, e com os dois grupos se apresentaram em vários palcos entre Recife-Rio de Janeiro-São Paulo. Durante essas apresentações o artista teve a oportunidade de compartilhar o palco com muitos artistas brasileiros, entre eles: Hyldon, Di Melo, Léo Maia, OTTO, Fred 04 e Fábio Trummer. Atualmente, o cantor mora na Suiça e se prepara para sua primeira turnê da carreira solo enquanto trabalha em composições para seu próximo disco.

Confira o trabalho de Marquinhos C. em seu website: http://www.mac-music.com.br/


Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *