Revista Recife

Notícias de Recife para o Mundo

A força musical e a explosão estética do Bloco Afro mais antigo do Brasil chegam ao Recife com show da Banda do Ilê Aiyê no Teatro do Parque

Compartilhe

Apresentação marca os 47 anos de luta antirracista e acontece no sábado (30 de abril), como parte do projeto de circulação “Ilê Aiyê: Que Bloco é Esse?”

O Ilê Aiyê, bloco afro mais antigo do Brasil, desembarca em Recife próximo dia 30 de abril, sábado, para apresentar espetáculo comemorativo aos seus 47 anos de música e luta por igualdade racial. O show da Band’Aiyê acontece no Teatro do Parque, às 20h, e integra o projeto de circulação “Ilê Aiyê: Que Bloco é Esse?”, que irá percorrer seis capitais brasileiras. Os ingressos têm preços populares e estão à venda no Guichê Web.

O projeto “Ilê Aiyê – Que Bloco é Esse?” é uma realização do Ilê Aiyê em parceria com a Caderno2 Produções e Multi Planejamento Cultural via Lei de Incentivo à Cultura da Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal, com patrocínio da Petrobras. O projeto foi selecionado pelo Petrobras Cultural através da chamada de música 2018. Durante a pandemia, o projeto promoveu Oficina de Percussão para Crianças e uma apresentação em Salvador, ambas transmitidas online, retomando agora as atividades presenciais.

Quando a performance poderosa do Ilê Aiyê ganhar o palco do Teatro do Parque, o público vai poder conferir a força musical e a explosão estética de um bloco que revolucionou a luta antirracista na Bahia, no Brasil e no mundo.  No ritmo de surdos e repiques, nos passos da dança afro e no figurino vibrante nas cores vermelho, amarelo e branco, um espetáculo rítmico-musical e visual acontece, mostrando toda a potência da cultura afro-brasileira.

Também conhecido como O Mais Belos dos Belos, o Ilê Aiyê tem na África a sua grande fonte de inspiração. Não à toa, o continente africano é o tema do primeiro bloco de músicas do espetáculo, com canções que homenageiam países como Angola, Guiné e Costa do Marfim. Ao todo, são quatro blocos musicais intercalados por grandes clássicos adorados pelo público, como “Pérola Negra”, “Negrume da Noite” e “O Mais Belo dos Belos”.

“Será um show festivo que faz alusão ao trabalho de 47 anos do bloco, tempo em que o Ilê vem difundindo amplamente a sua mensagem de resistência e valorização da cultura negra por onde passa”, comenta o produtor artístico Sandro Teles. Além da homenagem à Africa, o show também dedica um bloco musical às mulheres negras, com destaque para a performance da Deusa do Ébano, e à Mãe Hilda Jitolu, a grande matriarca da entidade. “Já o último bloco é dedicado às grandes canções que fazem a história do Ilê Aiyê. A ideia é finalizar com uma grande celebração”, acrescenta Sandro.

“A expectativa é grande e das melhores para essa turnê. Nessa pandemia, as pessoas estão com muita saudade de ver o Ilê Aiyê, e os músicos e cantores estão ansiosos para poder voltar a trabalhar e se apresentar. Vai ser importante mostrar mais uma vez ao Brasil a força da música afro baiana. A última vez que fizemos uma turnê pelo país foi em 2001, que também teve o apoio da Petrobras. Agora vamos colocar o pé na estrada de novo, e isso nos traz grande alegria”, comenta o presidente do Ilê Aiyê, Antônio Carlos Vovô. Além de Recife, a circulação inclui shows em Fortaleza, São Paulo, Belo Horizonte, Rio de Janeiro e Aracaju.

Em cada cidade, está prevista uma ação de formação de plateia a partir da interação dos músicos da banda com instituições convidadas que trabalham com a socialização e formação de jovens através da arte. Em Recife, o Ilê Aiyê recebe integrantes da Nação do Maracatu Porto Rico, entidade com mais de 100 anos de tradição, para um diálogo sobre empoderamento negro.

SERVIÇO:

“Ilê Aiyê: Que Bloco é Esse?”

Local: Teatro do Parque (R. do Hospício, 81 – Boa Vista)

Data: 30 de abril de 2022 (sábado)

Horário: 20h

Ingressos: A partir de R$ 25

Vendas: https://www.guicheweb.com.br/show-ile-aiye-que-bloco-e-esse_16419


Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *